Presidente Arinaldo Leal cobra mais atenção da Defesa Civil


Continua a preocupação do presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), Arinaldo Antônio Leal, em relação à suspensão da operação carro-pipa por parte da Defesa Civil, “infelizmente o carro-pipa ainda é essencial para distribuição de água nos municípios do semiárido, especialmente na zona rural, mesmo com a construção de adutoras, elas só chegam à zona urbana e nós temos vários municípios que necessitam desta operação. Desde que fomos surpreendidos com a informação da paralisação por parte do Exército não paramos de lutar, entramos em contato com 25º BC (Exército Brasileiro) que é o representante no Estado do Piauí, com a bancada federal que de pronto foi ao Mistério da Defesa e Secretaria Nacional de Defesa Civil. Em resposta, o Exército informou que poderia demorar até o final de julho para o retorno da operação e conseguimos em menos de uma semana o retorno por parte do Exército que está funcionando normalmente, mas até agora não temos o retorno das ações da Defesa Civil do Piauí”, disse.
seca1.jpg
O atendimento continua cancelado por parte da Defesa Civil do Estado. Segundo a secretária Simone Pereira, o cancelamento deve-se a pendência na prestação de contas da gestão anterior. Este cancelamento resulta no comprometimento em 40% da operação porque o Exército não tem capacidade para atender a todos os municípios.

“Queremos que o Exército amplie e atenda também a demanda ocasionada pela Defesa Civil do Piauí ou que a Defesa Civil busque este retorno. Tudo isso aumenta mais a nossa preocupação com a situação gritante dos municípios sacrificaGdos pela seca. Estamos lutando juntos para encontrar uma solução imediata e resolver o problema”, finalizou Arinaldo Leal.

Fonte: APPM
Tags

#buttons=(Aceitar) #days=(20)

Nosso site usa cookies para uma melhor experiência Leia mais
Accept !