Professores da rede estadual de ensino recebe Tablet Educacional!

3

A Unidade Escolar Luiz Ubiraci – EM, promoveu na sexta-feira (20/09) a Solenidade de Entrega de Tablet Educacional aos professores da rede estadual de ensino do município de Vila Nova do Piauí proveniente do Ministério da Educação por meio da SEDUC-PI/16ª-GRE.


O evento foi coordenado pelo grupo gestor composto pela diretora Ignez Silva, Antonio Manoel diretor-adjunto, Antonia Leal secretária, Jailton Oliveira coordenador pedagógico e Ecilândia Sousa supervisora de ensino e contou com a presença dos professores agraciados e convidados.


Na oportunidade foram esclarecidos: objetivos, as normas para o uso, das responsabilidades e foi assinado o Termo de Compromisso. A reportagem indagou cada beneficiário sobre a importância do uso do tablet/tecnologia da informação e comunicação no exercício da profissão, eis a avaliação de cada educador:


Professor Antonio Tiago: “Muito importante, pois com o uso das TICs nas escolas irá proporcionar um melhor aprendizado, facilidade para pesquisas e resolução de problemas na área pedagógica”.


Professora Francisca Agrícola: “O educador deve estar atualizado no que diz respeito às inovações tecnológicas educacionais. E o uso do tablet será se suma importância para uma prática pedagógica moderna e comprometida com as transformações sociais”.


Professora Franklimara Leal: “É uma forma de inovação e mais desenvolvimento na área educacional”.


Professora Jenecina Francisca: “É de grande importância, pois estamos vivendo em um mundo das tecnologias e nós professores precisamos está aptos ao manuseio dessas tecnologias para não ficarmos no monótono”.


Professor João Moura: “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”.


Professor José Zilton: “Mas uma ferramenta que facilitará o trabalho e permitirá acesso direto à informação do MEC/FNDE. Tornando nossas aulas diferentes e atrativas”.


Professor Josemir Alencar: “É uma ferramenta a mais que irá auxiliar e continuar aprimorar a qualidade do ensino-aprendizagem no Ensino Médio em Vila Nova, que já é destaque”.


Professora Maria Cândida: “Diante da sociedade contemporânea, a inclusão digital é de grande relevância no processo educacional. O processo multimidia fomenta ações de integração, acesso ao conhecimento, a informação, enfim consolida um avanço para o ensino-aprendizagem”.


Professora Ivoneide Leal: “É um instrumento de trabalho que vai melhorar bastante desempenho do exercício do educador. Será importante como instrumento de pesquisa”.


Professora Plácida Silva: “Positivo, pois como sabemos a cada dia o mundo vem se informatizando cada vez mais com isso faz-se necessário inserir a informatização no campo educacional e com recebimento dos tablets ficará mais fácil à comunicação e exposição das informações educacionais”.


Professora Valdelúcia Rocha: “É importante para dinamização e otimização o ensino-aprendizagem, na forma de pesquisas em sites educacionais para servir de apoio junto aos livros didáticos”.


Professor Welhitom Leal: “Certamente servirá como auxílio no processo do ensino-aprendizagem incluindo os docentes no mundo digital presente nos dias atuais em nossas vidas”.

Professora Euzébia Lima: “Quero parabenizar os professores que foram contemplados com o tablet, com certeza irá aprimorar nas atividades educacionais, seguindo e acompanhando os avanços tecnológicos que estão sempre surgindo para melhor ajudar no dia-a-dia do profissional mestre”.



A solenidade foi encerrada com um Coquetel de Confraternização dos participantes que acreditam que, “o processo de construção da educação, devemos buscar as inovações e cada um fazer a sua parte”. 

Fonte: Reportagem do JVN
Redação Antonio Manoel
Editor: Robert Kleber
Fotos: Equipe R&R


Comente pelo Facebook:

Postar um comentário

3Comentários
  1. Podemos resumir o tablet educacional T77 (muito semelhante ao T733) da CCE da seguinte forma:

    Vantagens:

    - 0800 - como foi grátis é uma vantagem que deve ser levada em conta (o tablet foi doado aos professores)
    - capacidade de armazenamento SD interno de 16GB (poucos possuem esta capacidade)
    - entrada de cartão micro SD até 32GB
    - Carregador e cabo de conexão com filtro (elimina ruídos)
    - Tela capacitiva de cinco toques (ainda existem no mercado telas resistivas)
    - câmera de 2 MP atrás e VGA na frente (muitos ainda vem com apenas 1 câmera)
    - bluetooth e wifi (acredite... já vi tablet que não tem bluetooth)
    - capa de proteção de borracha (a capa é muito bem feita)
    - possui entrada/saída de mini HDMI, micro USB, mini USB (ótima para pendrives)
    - possui luz espia que monitora status da bateria: vermelho (bateria descarregada), laranja (bateria em uso) e azul (bateria 100% carregada)
    - dizem que tem garantia de 2 anos...

    Desvantagens:

    - o ideal seria que os professores recebessem um salário digno e comprassem seu próprio tablet (depender de doação é humilhante)
    - a marca CCE (JAMAIS compraria um produto desta marca com meu dinheiro...)
    - de novo a marca CCE (assistência técnica medíocre e de péssima qualidade)
    - tela de 7" (tablet tem que ser de 10" principalmente se usar para trabalhar, como é a finalidade do "tablet educacional para professores". Experimente abrir uma planilha numa tela de 7" e entenderá o que estou falando...)
    - ICS 4.0.4 - kernel Linux 2.6.34 (Android defasado rodando em um Kernel Linux antigo)
    - nunca será atualizado sua ROM (nasceu e vai morrer com o Android que veio de fábrica)
    - falta de suporte on-line (a CCE não disponibiliza a ROM original para download. Sua página só serve para fazer propaganda de seus produtos.)
    - Bateria fraca (não saia sem seu carregador...)
    - Cheio de APPs inúteis (um problema para quem não sabe rotear Android)
    - Som viva-voz muito, muito, muito, muito baixo...
    - Falta GSM/3G (é bom ter para não ficar preso a redes wireless, pois a rede não funciona em muitas escolas públicas)
    - Apenas 500 MB de Armazenamento Interno para programas (pouquíssimo espaço para instalar programas)
    - Apenas 512 MB de RAM (no mínimo deveria ser 1 Giga)
    - processador fraquinho do tipo single-core "Amlogic AML8726‐M3" (no mínimo deveria ser dual-core)
    - sensor de luminosidade não funciona (em modo automático a tela fica escura demais)
    - não tem sensores GPS, magnetômetro e nem giroscópio (só tem o acelerômetro, que vira a tela de vertical para horizontal)
    - carcaça do tablet e capa de borracha "amarelo canarinho" (custava ser todo pretinho???)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .


      Tanto faz... a placa de circuito dos tablets é fabricada pela chinesa ZTE, que repassa para a CCE e a Positivo que apenas fabrica a carcaça, embala em uma caixa de papelão branca e repassa para o MEC.


      .

      Excluir
Postar um comentário

#buttons=(Aceitar) #days=(20)

Nosso site usa cookies para uma melhor experiência Leia mais
Accept !