Em Vila Nova, Secretaria de Cultura abre II Ciclo de Palestras sobre a Consciência Negra

Em Vila Nova, Secretaria de Cultura abre II ciclo de palestras sobre a consciência negra

No dia 20 de novembro comemora o dia da consciência negra, por isso, nesse mês a Prefeitura Municipal de Vila Nova do Piauí, que tem como gestor Edilson Brito, através da Secretaria de Cultura, a Biblioteca Patativa do Assaré, Ponto de Cultura Cidade Poesia e Cine Mais Cultura Flor do Sertão, realizou na noite desta última segunda-feira (13), o primeiro dia, do II ciclo de palestras, que traz como temática: História, Cultura Negra e Identidade: um olhar sobre o legado africano.
O evento aconteceu no Ponto de Cultura, na Avenida Central, teve início às 18h, onde a Secretária de Cultura, a professora Marli Veloso, fez abertura oficial, destacando a importância de pensar políticas públicas em prol dos direitos. Ela falou também sobre o teor do conteúdo das palestras, que abordaram discussões relevantes sobre a história, a cultura e a identidade negra, contribuindo para a desmistificação dos preconceitos em relação aos afro-descendentes, construídos ao longo da história.
“A Biblioteca e o Ponto de Cultura são centros difusores de cultura e o Ciclo de Palestras dá visibilidade aos conhecimentos produzidos pelos negros e também nos faz refletir sobre a discriminação racial e isso é papel do poder público e da sociedade civil”, disse.
Edilson Edmundo de Brito, gestor municipal, proferiu suas palavras como prefeito, professor e cidadão.
“Muito me honra participar de um momento tão rico de conscientização. Estou aqui para apoiar todos os eventos que sejam vivenciados em todas as secretarias, seja na Saúde, Educação, Assistência Social, Cultura, estou para apoiar e somar. Não podemos aceitar nenhum tipo de preconceito diante da nossa sociedade, das nossas crianças, pois estamos aqui para lutar pelos direitos e deveres de cada cidadão vilanovense “, pontou.
A primeira palestra da noite, intitulada: Esperança Garcia: mulher negra e escravizada- primeira advogada do Piauí, foi ministrada pela Professora, Maria Cândida de Jesus Pereira. A palestrante elaborou também apresentações culturais, vídeo e documentário sobre a Esperança Garcia.
Na segunda parte aconteceu outra duas palestras uma sob o titulo: Clementina de Jesus- herança musical africana, que teve como palestrante a graduanda em Letras/Português, pela Universidade Estadual do Piauí-UESPI, Juliana Santos. A última palestra da noite, falou sobre: Luiz Gama -poesia e luta pela liberdade dos negros, e foi ministrada pela graduanda em Letras/Português, Patrícia Fortaleza, da Universidade Estadual do Piauí – UESPI.
O evento reuniu autoridades e dezenas de pessoas entre os quais os alunos do ensino médio da escola estadual Luiz Ubiraci de Carvalho.
Estiveram prestigiando o evento o prefeito Edilson Brito, a primeira dama e Secretária de Assistência Social, Ana Carolina, a Secretária de Educação Edinete Brito, a diretora da Escola Zacarias Manoel da Silva, Luzia, a diretora da Escola Sabino Gomes de Lima, Evinha Lima, as coordenadoras da Educação municipal: Goretti de Deus, Gorete Leal e Eliene Luz; vereadora Bibia de Benicio.
Veja mais fotos: 

FONTE: ASCOM PMVN
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: