Piauí ultrapassa um milhão de quilowatts de energia eólica

O Estado é o segundo no país em obras com maior capacidade instalada de geração de energia. Os parques eólicos em construção no Piauí devem gerar mais 552,6 megawatts.


Desde o mês passado, o Piauí produz um gigawatt de energia eólica (equivalente a um milhão de quilowatts), segundo dados da associação de empresas desta energia limpa e renovável, a ABEEólica.

A energia gerada pelas usinas eólicas instaladas principalmente no semiárido piauiense equivale a quase quatro vezes a capacidade instalada da usina hidrelétrica de boa Esperança.

Em seu boletim de abril, divulgado três dias atrás, ABEEólica informa que os parques instalados em operação comercial e em teste no Piauí (39) somam uma capacidade instalada de 1.069 megawatts – MW, o que corresponde a 9,78% da capacidade instalada no país, de 10,92 GW.

O Estado é o segundo no país em obras com maior capacidade instalada de geração de energia. Os parques eólicos em construção no Piauí devem gerar mais 552,6 megawatts. Os parques contratados, somarão mais 224,4 MW, totalizando 777 MW a estarem operando nos próximos dois anos.

Atualmente, o Piauí é o quinto estado brasileiro em geração de energia eólica. O maior produtor é o Rio Grande do Norte (3.419,6 MW), seguido por Bahia (1.897,8 MW), Ceará (1.788,8 MW) e Rio Grande do Sul (1,720,9 MW).

Mês passado, o Brasil atingiu 10,85 GW de capacidade instalada de energia eólica, em 435 parques eólicos, informou a no boletim “Dados Mensais ABEEólica, sendo destaque o Estado do Piauí, que alcançou capacidade instalada superior a 1 GW.

Essa marca foi resultado da instalação e início de operação em teste de três novos parques somando 66,7 MW de potência. Os parques são Ventos de Santo Augusto I, VI e VII e estão localizados em Simões.

Comercializados no leilão A-5/2013 pela Casa do Ventos, os empreendimentos adiantaram a sua operação que em contrato estava prevista apenas para início de suprimento de maio/2018.


Fonte:Blog do Claudio Barros/ Piauiemfoco
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: