Chuvas não foram suficientes para afastar crise hídrica

A situação é tão crítica em alguns municípios que os projetos de produção de peixe e fruticultura acabaram devido a estiagem.


As fortes chuvas que atingiram o Estado do Piauí em 2017 fizeram com que muitos piauienses respirassem aliviados. Mas em muitas cidades mesmo com as chuvas não foi o suficiente para acabar com o drama da estiagem. Na cidade de São Julião, por exemplo, a barragem de Piaus, que abastece o município, não encheu o suficiente para aliviar o problema da população.
Segundo Francisco Sousa, representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, a situação é ameaçadora. “Eu nunca tinha visto um nível tão baixo na barragem desde a inauguração há quatro anos. Da maneira que está se não chover vai prejudicar as pessoas. Se não chover a população ficará sem o abastecimento de água nas torneiras”, disse.
A situação é tão crítica que os projetos de produção de peixe e fruticultura acabaram devido a estiagem. A adutora de São Julião é responsável pelo abastecimento de Fronteiras, Vila Nova, Alagoinha, Pio IX e Campo Grande.
Outra cidade onde o problema é ainda mais grave é Pio IX. No único reservatório que dava suporte para a população não tem mais água. Desde setembro do ano passado o açude Cajazeiras secou e centenas de agricultores e pescadores foram afetados.
“O pessoal aqui produzia hortas, pescavam e agora não podem mais fazer isso. Desde que o açude secou o pessoal que dependia dessas águas estão vivendo de programas sociais do governo federal”, disse Naldo Andrade, tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pio IX.
Fonte: G1 PI
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: