Piauí poderá ser o maior produtor de biocombustíveis do Brasil

08 abril
No Brasil, o consumo é de 6 bilhões de litros/dia de biocombustíveis


Através do plantio de tipos selecionados de Pinhão Manso na Fazenda Tiracanga, no município de Piracuruca, a empresa Curcas Diesel Brasil Ltda, integrante da Plataforma Brasileira de Bioquerosene, deverá extrair e processar cerca de 300 mil toneladas de óleos vegetais para a produção de bioquerosene, diesel verde, nafta verde e outros produtos renováveis no Piauí.

Implantada há três anos, com apoio do Governo do Estado do Piauí, a Fazenda possui 11 mil hectares de terra, onde um lago de 64 hectares foi construído para acumular água da chuva para ser utilizada em casos necessários. O projeto implantado na Fazenda Tiracanga é apenas o projeto piloto onde a ideia principal é fazer com que os assentamentos do Crédito Fundiário existentes na região, especialmente o Bela Vista, sejam também produtores de pinhão manso, com financiamentos realizados através da linha Pronaf, aumentando assim a renda dos assentados, onde a plantação poderá ser concomitante com criação de gado e outras culturas.

“Estamos juntando os parceiros para crescermos juntos. Tenho a expectativa que o Piauí será um dos maiores produtores do Brasil. Estamos solicitando verbas do Ministério do Desenvolvimento Agrário para implantarmos modelos de consorciamento de 3 hectares por assentamento rural com o apoio da Embrapa Agropecuária. Temos 1.200 hectares de Pinhão Manso plantados na Fazenda Tiracanga e com 3 hectares plantados em cada assentamento da região deveremos beneficiar 300 mil toneladas de óleo em nossa biorefinaria”, explicou Mike Lu, presidente da Curcas Brasil, durante reunião na Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural com Rubem Martins.Pinhão manso(Foto: Divulgação)Para as plantações nos assentamentos, a Embrapa Agropecuária, através da Curcas Brasil, está enviando 20 variedades de pinhão mais 20 cruzamentos da planta para averiguar a que melhor se adapta ao clima. “Um grupo americano que já investiu cerca de 60 milhões de dólares em pesquisas com o pinhão manso também está averiguando esse quadro promissor que é da introdução do cultivo do pinhão manso na agricultura familiar”, disse Mike Lu.

Pólo de Biocombustíveis

Com investimentos da Plataforma Brasileira de Bioquerosene, através da empresa Curcas Diesel Brasil, um polo de biocombustíveis deverá ser implantado no município de Luís Correia, para beneficiamento do pinhão manso, considerado uma economia verde, o que fará um novo ciclo de desenvolvimento econômico sustentável no estado do Piauí.

“No Brasil, o consumo é de 6 bilhões de litros/dia de biocombustíveis. O pinhão é uma economia verde, renovável e vai ajudar na erradicação da miséria extrema. É um programa de energia mais alimentos, provocando a inclusão dos agricultores e com a demanda, através do Porto de Luís Correia faremos exportação de produtos para a Ásia, Caribe, Europa e Estados Unidos”, disse Mike.

“A estrada de ferro será revitalizada, inclusive o Estado já possui recursos garantidos para isso. O Governo está disponível para ajudar no que for possível”, finalizou Rubem Martins.

Fonte: FMNews / Meionorte.com

Comente pelo Facebook:
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: