26 anos sem Dr. Francisco Macedo - Matéria Especial

29 abril

Há 26 anos, a população do município de Padre Marcos recebia a triste notícia da morte do médico e ex-prefeito, Dr. Francisco Luís de Macedo, que foi brutalmente assassinado no bairro São João, na zona leste de Teresina.
‘Doutor Francisco’, como era popularmente conhecido, nasceu em 27 de agosto de 1949 no povoado de Boa Esperança, na época, município de Jaicós, hoje, cidade de Padre Marcos. Era filho do comerciante Luís Miguel de Macedo (Luisinho Miguel) e de Margarida de Jesus Alencar Macedo (Guida). Foi casado com a servidora pública Maria Rosa Macedo, com quem teve um casal de filhos, Cândida Carolina e Waldemar Neto.
Imagem aérea da cidade de Padre Marcos
Imagem aérea da cidade de Padre Marcos
Faleceu no dia 29 de abril de 1989, aos 40 anos de idade, no auge de sua carreira política, após encerrar seu mandato de seis anos à frente da Prefeitura de Padre Marcos. Naquela época, Francisco Macedo tinha projeções políticas para o cenário estadual, mas foi assassinado antes que pudesse atingir tais objetivos.
Em sua memória, foi instalado um município no Estado do Piauí, que leva seu nome. Em 1995, o povoado Canabrava, que pertencia ao município de Padre Marcos, foi emancipado. Os líderes políticos da época decidiram por homenagear o saudoso ex-prefeito Francisco Luís de Macedo, denominando o novo município de Francisco Macedo.
Imagem aérea da cidade de Francisco Macedo
Imagem aérea da cidade de Francisco Macedo
Mesmo passados 26 anos, a data de 29 de abril é marcada por muita comoção, principalmente, por parte dos remanescentes daquele período, que conviveram diretamente com o Dr. Francisco Macedo. Hoje, por exemplo, é feriado municipal em Padre Marcos, por força de lei.
No período em que foi prefeito de Padre Marcos – de 1983 a 1988 -, teve como vice-prefeito o seu primo e farmacista, Afonso Moura Macedo. Durante sua gestão, foram vereadores: Francisco Antonio de Carvalho, Francisco Felipe de Sousa, Edimício Lapa de Macedo, José Bento Sobrinho, Ludugero de Sousa Sobrinho, Aldemar Abmael de Alencar, João Batista Pires, Osvaldo Antônio da Costa e Edmar Antão de Carvalho (in memorian).

Fonte: Cidades na Net
Com informações de Antônio Lisboa e Erasmo Alencar.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: