Programa Bolsa Família beneficia 867 famílias vilanovenses!


A prefeitura municipal de Vila Nova do PI, Administração: “Trabalho e Cidadania”, através da Assessoria de Comunicação INFORMA que o Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único e com renda per capita até meio salário mínimo, ou seja, R$ 339,00. No município de Vila Nova do PI, estão cadastradas no CadÚnico 905 famílias, sendo 680 famílias com renda per capita de R$ 70,00; 61 com per capita de R$ 140,00; 126 com meio salário mínimo e 38 famílias no cadastro de reserva.


Em Vila Nova do PI, o Programa Bolsa Família beneficiou, no mês de agosto de 2013, 632 famílias que receberam benefícios com valor médio de R$ 148,97 e o valor total transferido pelo Governo Federal em benefícios às famílias atendidas alcançou R$ 94.149,04 no mês. Vale ressaltar que, em relação às condicionalidades, o acompanhamento da frequência escolar, com base no bimestre de maio/2013, atingiu o percentual de 84,38%, para crianças e adolescentes entre 06 e 15 anos, o que equivale a 308 alunos acompanhados em relação ao público no perfil equivalente a 365. Para os jovens entre 16 e 17 anos, o percentual atingido foi de 68,93%, resultando em 71 jovens acompanhados de um total de 103. Já o acompanhamento da saúde das famílias, na vigência de dezembro/2012, atingiu 93,32%, percentual equivale a 559 famílias de um total de 599 que compunham o público no perfil para acompanhamento da área de saúde do município.


Além do PBF, a prefeitura municipal, através da secretaria municipal da Assistência Social, por meio do CRAS – Centro de Referência da Assistência Social prestam continuamente relevantes serviços sociais, quer seja de outros programas e projetos, quer seja disponibilizando profissionais habilitadas, tais como, Assistentes Sociais, Psicóloga, Pedagoga, Nutricionista para atender à população vilanovense com os serviços de: I)Acompanhamento das condicionalidades da Bolsa Família; II)Orientações sobre os serviços ofertados no CRAS dos programas e benefícios; III)Acolhimento às famílias referenciadas, em situação de vulnerabilidade social; IV)Atendimento a Grupos de idosos e de crianças de 0 a 6 anos; de 6 a 10; de 11 e 12 anos; de 13 e 18 anos(adolescentes); V)Suporte aos monitores dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos(SCFV); VI)Visitas domiciliares(zonas urbana/rural); VII)Encaminhamento para outras políticas públicas; VIII)Reuniões com pais e mães; IX)Atendimento do Passe Livre para Idosos e ou pessoa com Deficiência; X)Trabalho integrado com às secretarias municipais da Educação, da Saúde, Cultura e de Agricultura e Meio Ambiente.

Fonte: Reportagem do JVN
Redação: Antonio Manoel
Editor: Robert Kleber
Fotos: Jota Ferreira/ASCOM
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: