Sábado, 15 de dezembro de 2018
89 99402-6942
Play
Economia

26/07/2018 ás 16h29 - atualizada em 26/07/2018 ás 16h33

Redacao

Vila Nova do Piauí / PI

Empresa assumirá Cepisa até outubro e promete reduzir 8,5% na conta de luz
A empresa Equatorial Energia deverá assumir a Companhia de Energia do Piauí (Cepisa) até outubro deste ano, quando ocorrerá a assinatura do contrato de concessão.
Empresa assumirá Cepisa até outubro e promete reduzir 8,5% na conta de luz
Representantes da Equatorial, durante cerimônia de batida de martelo de arremate da Cepisa, nesta quinta-feira (26) na sede da B3, em São Paulo (Foto: Luísa Melo/G1)

A Cepisa foi leiloada pelo valor simbólico de R$ 50 mil na manhã desta quinta-feira (26). A Equatorial Energia foi a única a dar lance. 


O presidente da Eletrobras Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, informou ao Cidadeverde.com, em entrevista coletiva por conferência telefônica, que a redução da tarifa em 8,5% para o consumidor deverá ocorrer após 45 dias da assinatura do contrato.

A expectativa é de que até o final deste ano os usuários sejam beneficiados com essa redução.  Ferreira Junior avaliou o leilão como positivo. 


“É importante destacar que o leilão tinha como princípio a redução da tarifa, com capitalização da companhia em R$ 720 milhões, importante para viabilizar investimentos, e o pagamento de outorga ao Tesouro Nacional em R$ 95 milhões. A empresa (Cepisa) está avaliada em R$ 50 mil e permanece com esse valor simbólico”, explicou o presidente da Eletrobras.  


No total, o investimento feito pela Equatorial para comprar a Cepisa foi de R$ 811 milhões.


Rodolfo Torres, superintendente da Área de Desestatização do BNDES, ressaltou que o processo de leiloar a Cepisa foi longo. Para ele, a expectativa do “investimento é melhorar a qualidade do serviço, a vida dos piauienses e os negócios para o Estado”. O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) conduzido o processo do leilão sob a coordenação do Ministério de Minas e Energia e com apoio da Eletrobras 


já o diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, afirmou que considerava precária o processo de prestação do serviço no Piauí e a Eletrobras enfrentava dificuldades para manter o padrão de qualidade estabelecida pela Aneel, "evidentemente, sem as condições ideiais para conduzir os negócios".


"Não é culpa do gestor da Eletrobras, mas da circunstância em que estava inserido. A transferência de controle é a solução para isso".  


Servidores 


O processo de privatização foi acompanhado sob protestos por parte dos funcionários e servidores da Cepisa. Alguns temem a demissão em massa. 

Augusto Miranda, diretor presidente da Equatorial Energia, empresa vencedora do leilão, ressaltou que buscará o diálogo com o sindicato dos servidores e "buscará a racionalidade".  Ele enalteceu a transparência do processo em que o leilão ocorreu.


Miranda destacou que a Equatorial Energia já atua no Maranhão, estado vizinho do Piauí, e "já imprimiu um bom conhecimento da própria população"

"Temos uma proximação muito forte para dizer que a gente conhece o estado (do Piauí)". defende o presidente da empresa. 


Questionado sobre um plano de desligamento, por exemplo, dos servidores mais antigos, Augusto Miranda rebateu que a Equatorial é "uma empresa responsável". 


Carlienne Carpaso
[email protected] 

FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Blog do Professor Totonho

Blog do Professor Totonho

Blog/coluna Notícias de Vila Nova do Piauí, da Universidade Aberta do Piauí-UAPI, Ex-prefeito.
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados :: Portal Vila Nova Noticias