radio vila nova fm
Portal É Notícias
2020 convid
Dengue 2020
vlnet1
RESFRIAR
vlnet2
TV
#SUPERAÇÃO

Em meio à pandemia, solidariedade dos vila-novenses à pacientes com Covid se destaca

Quando o assunto é solidariedade, o município de Vila Nova do Piauí com 2.971 habitantes, localizado a 370 quilômetros de Teresina, é exemplo e motivo de orgulho. São centenas de mensagens, ligações e atitudes de apoio voltadas aos pacientes que estão no enfrentamento do novo coronavírus na ‘Cidade Poesia’ como é conhecida.

18/06/2020 22h44
Por: Da Redação
Fonte: cidades na net

Inúmeros são os gestos de apoio e solidariedade às pessoas que estão enfrentando a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), seja para aquelas que cumprem isolamento domiciliar por ter positivado ou para as que se enquadram como casos suspeitos, investigados.

O coronavírus não escolhe idade, sexo, religião, classe. Ele escolhe pessoas, independente de qualquer camada social.

Quando o assunto é solidariedade, o município de Vila Nova do Piauí com 2.971 habitantes, localizado a 370 quilômetros de Teresina, é exemplo e motivo de orgulho. São centenas de mensagens, ligações e atitudes de apoio voltadas aos pacientes que estão no enfrentamento do novo coronavírus na ‘Cidade Poesia’ como é conhecida.

A professora Goretti de Deus, foi uma das que testou positivo para Covid-19 e permanece em isolamento desde o dia 1º de junho.

Muito emocionada Goretti fez uma reflexão. “Tudo na vida vem como aprendizado para a gente. Eu aprendi desde cedo que tudo nessa vida, em toda situação boa ou ruim tem um lado positivo”.

A declaração da professora que está em isolamento domiciliar há 18 dias, diante da dificuldade, se mostra otimista. Para ela, mesmo sendo um acontecimento indesejado, será mais uma oportunidade de se tornar uma pessoa melhor e valorizar ainda mais as pequenas coisas que no dia a dia passam despercebidas.

“Eu já dava valor às coisas pequenas como o simples fato de ir a uma padaria, poder ver meu pai, minha mãe, de abraçar meu filho. Eu tenho certeza que vou sair daqui muito melhor. Pequenas coisas e gestos das pessoas para mim são muito valiosos. A gente fica mais sensível […] Eu só tenho um filho e é a pessoa que mais amo na minha vida. Estou com 18 dias dias sem sair de casa”, relatou.

Diversas são as mensagens de apoio e atitudes das pessoas que motivam a professora seguir em frente e não baixar a cabeça. Familiares e amigos residentes na Cidade Poesia e também em outras regiões do país prestam solidariedade a longa distância.

“Recebo apoio de pessoas que moram distantes através de mensagens, ligações e atitudes. Tenho amigas que moram em São Paulo filhas daqui de Vila Nova do povoado São João Batista e de São Julião. Elas ligam de lá para um churrascaria daqui e encomendam almoço para mim”, declarou.

“Eu não tinha impressora e a diretora da minha escola a Ignêz Silva fez questão de vir deixar para mim […] Nos festejos de Santo Antônio a minha mãe, uma senhora de 70 anos, não sabe lidar com a tecnologia, daí o Klebinho, que é um amigo, fez questão de ir deixar um notebook e de onde ele estava ficava operando para ela assistir as celebrações”, falou.

Goretti de Deus destaca ser sabedora da solidariedade do povo vila-novense. Durante o tempo de isolamento domiciliar no período de 18 dias ela contabilizou aproximadamente 36 pessoas que prestam solidariedade de diversas formas diferentes.

“Sempre soube que o povo de Vila Nova é muito solidário. Quando chega alguém com uma comida, um doce, ou qualquer outra coisa a gente rejuvenesce. Nesses dias, 36 pessoas vieram deixar as coisas para mim. Delas, teve gente que veio deixar duas, três vezes. O mais valioso não é nem o que estão dando e sim como estão dando. Recebo mensagens e bilhetes mesmo de pessoas distantes”, comentou.

“Está sendo muito difícil para mim ficar longe de todo mundo, mas tenho recebido apoio e carinho. Estou orgulhosa demais pelo povo de Vila Nova, da população. Só tenho a agradecer. É um momento difícil, mas temos que ter fé que vamos sair disso”, conclui a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Finais da Unidade Escolar Sabino Gomes de Lima e, também coordenadora pedagógica da Escola Estadual LuízUbiraci de Carvalho, professora Goretti de Deus.

Em tempos de pandemia, muitos são os exemplos de desafios, superação, fragilidade, emoção.

Natural da cidade de Afrânio no estado de Pernambuco, Angélica Thaine, reside há 12 anos em Vila Nova. A técnica da Secretaria Municipal de Educação em Vila Nova, entrou em isolamento no dia 1º de junho deste ano, ficou até dia 12 isolada por ter contatos com pessoas positivadas e suspeitas da Covid-19. Ainda no dia 12 fez o exame pela manhã e durante a tarde obteve o resultado positivo para o novo coronavírus.

Desde o dia em que entrou para isolamento domiciliar mesmo antes de testar positivo, as pessoas se mostraram solidárias.

“Elas têm muito cuidado, preocupação e todo aquele carinho comigo desde quando eu fiquei isolada não por testar positivo. As pessoas já começaram a mandar mensagens, ligar, trazer refeições”, disse.

Thaine revelou que ao ter resultado positivo para Covid, ainda na sexta-feira, recebeu inúmeras mensagens e ligações. “Perdi até a contagem de quantas mensagens recebi. Demorei para responder algumas devido a grande quantidade. Fiquei muito feliz porque teve pessoas que não tinham proximidade comigo e se solidarizaram mesmo assim”, revela.

“Para mim é mais gratificante esse apoio porque vim de outro estado e conquistei um espaço aqui na cidade e na vida das pessoas. Apesar de ser um momento muito difícil eu me sinto muito feliz por todo carinho recebido, por essa solidariedade”, agradece.

“Mais do que nunca vejo que as pessoas de Vila Nova são muito acolhedoras e que se sensibilizam com a dor do próximo. Isso me faz querer ser ainda mais uma vila-novense. Fico muito feliz em ver como as pessoas daqui são simples e acolhedoras”, declarou a técnica da Secretaria Municipal de Educação de Vila Nova do Piauí, Angélica Thaine.

Após perda de olfato no dia 03 de junho, permanência dos sintomas, Dorgy Lima, ficou em isolamento mediante orientação, procurou a equipe de saúde, fez o exame no dia 06, e, com o resultado entrou para o registro de casos positivos no boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde.

Ele se sentiu surpreendido com as diversas mensagens, ligações e outras atitudes que simbolizam solidariedade e reforçam a fé para seguir em frente.

“A cada dia a gente se surpreende mais com a solidariedade das pessoas. Nunca pensei passar por um isolamento, mas estou passando. É um pouco complicado. Não é fácil. É constrangedor para pessoas como eu e muitos que vivem no mundo trabalhando resolvendo as coisas”, disse.

“Graças a Deus, as pessoas tanto em ligações quanto mensagens têm dado apoio e fortalece a gente para não baixar a cabeça”, destacou.

Além de mensagens, ligações telefônicas, a solidariedade vai mais além. Os vila-novenses sempre contribuem com alimentação durante manhã, tarde e noite.

“Nesse período que estou isolado, as pessoas todos os dias mandam alimentos para mim, café da manhã, almoço, janta, lanche. Sempre têm aqueles amigos que estão ligando, perguntando se estou precisando de alguma coisa. Isso para mim é muito gratificante”, comentou.

A medida de isolamento mesmo sendo uma forma preventiva contra a Covid por conta da pandemia é uma fator que causa alterações no sistema psicológico, nas emoções.

“Não imaginava o tamanho da solidariedade das pessoas de Vila Nova. Eu fico emocionado muitas vezes com a solidariedade delas. As pessoas são muito gente boa sim. Graças a Deus temos muitas amizades e isso está nos refletindo agora nesse momento difícil. É um momento que realmente a gente precisa do apoio dos amigos e eles estão correspondendo”, afirmou.

“Quero agradecer a todas as pessoas por essa solidariedade e pedir que Deus dê tudo de bom em dobro a elas. Que Deus nos livre dessa pandemia”, concluiu o servidor público de Vila Nova do Piauí, Dorgy Lima.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Vila Nova do Piauí - PI
Atualizado às 04h39
20°
Poucas nuvens Máxima: 30° - Mínima: 19°
20°

Sensação

20.9 km/h

Vento

73%

Umidade

Fonte: Climatempo
PatyStore
Blogs e colunas
Equipe R&R - Sua ideia é tudo!
Últimas notícias
Mais lidas