Romeiros de Vila Nova participam da 17ª Romaria de São Francisco ao Canindé – CE; veja fotos do 1º dia

Romeiros de Vila Nova participam da 17ª Romaria de São Francisco ao Canindé – CE; veja fotos do 1º dia

Mais de 200 pessoas do município de Vila Nova do Piauí participam durante os dias 18 e 19 de novembro, da 17ª Romaria de São Francisco das Chagas ao Canindé – CE. Há quase duas décadas, o ato religioso permeia a fé católica dos vilanovenses que todos os anos buscam a intercessão a um dos maiores e mais respeitado santos da igreja católica.
A Romaria foi idealizada pelo ex-prefeito Arinaldo Leal em 2000 e segue este ano com apoio do atual prefeito Edilson Brito. A caravana partiu de Vila Nova, por volta das 23h desta sexta-feira, 17 e para garantir o conforto e segurança dos peregrinos os romeiros seguiram em dois ônibus, vans e carros particulares.
Antes de chegar ao Canindé, um grupo de romeiros, entre estes o prefeito Edilson Brito, o vice-prefeito Antônio Tiago, os vereadores Flávio Sousa e Adonelys Araújo, o ex-prefeito Arinaldo Leal dentre outros, percorreram cerca de 15 km a pé. Depois às 9h os fieis católicos participaram de uma santa missa na gruta de São Francisco. A Romaria está sendo marcada mais uma vez pela fé e devoção dos fiéis. No domingo, 19, todos retornam para Vila Nova, com as promessas renovadas e agradecimentos pelas bênçãos alcançadas.
Histórico
A devoção a São Francisco no local onde hoje está baseada a Basílica de São Francisco já existe há mais de 259 anos. A paróquia de São Francisco das Chagas, entretanto, deve completar dois séculos de existência em 2017. De acordo com frei Joãozinho Sannig, a devoção a Francisco em Canindé tem raízes ainda no descobrimento do Brasil, com os frades que vieram acompanhando a comitiva de Pedro Álvares Cabral. “Alguns frades se instalaram em Recife e andavam nas regiões vizinhas, do Ceará e da Paraíba. Houve um momento em que os frades começaram a deixar em alguns locais os que chamamos de terceiros franciscanos, ou seja, pessoas que não eram padres, mas queriam seguir os ensinamentos de Francisco. Isso aconteceu em Canindé”, conta frei Joãozinho. Inicialmente os frades montaram uma capela, o que seguiu à construção da igreja em devoção a São Francisco das Chagas. “Essa devoção vem de encontro à necessidade do povo”, diz ele.
Veja fotos do 1º dia direto de Canindé:

FONTE: ASCOM MUNICIPAL
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: