1º de Maio, Dia do Trabalho! Reflita os valores: Trabalho x Trabalhador


Em homenagem ao Dia do Trabalho, feriado nacional há quase 92 anos, a Equipe de Produção do Jornal Vila Nova Notícias e do Portalvilanovanoticias.com, apresenta uma MENSAGEM educativa cultural, para meditação e reflexão para ajudar a propor mudança de atitude enquanto ser humano, cristão trabalhador(a) considerando o Dia do Trabalho. 

O VALOR DO TRABALHO 

Cada trabalho, por mais simples que seja, tem seu valor. Ajuda Deus a terminar o que Ele começou. Quando trabalha o homem é um retrato de Deus Criador. Somos sócios de Deus na construção do mundo. Ele deixou a água; o homem cava a cisterna para obter água com a qual rega as plantas... O bom representante de Deus aperfeiçoa o mundo. “Deus é muito sábio; Quis no homem confiar; Fez uma parte do mundo; Deixou para o homem completar. Se Deus fez sua parte e o homem não fizer a sua; O mundo não vai melhorar”. 

O trabalho traz felicidade quando valoriza o homem, garante o sustento da família e contribui para o bem da comunidade. Com nosso trabalho, nós temos a missão de preparar o mundo melhor em que todos os homens sejam irmãos de verdade. 

Reflita: 1 – Nas condições em que você trabalha, você se sente sócio de Deus na melhora do mundo ou se sente explorado(a)? Por que? 2 – Quais as condições necessárias para o trabalho trazer felicidade as pessoas? 

Meditar: Dt 15, 4-5; Ap 21, 1-4; Rm 8, 18-25. 

O VALOR DO TRABALHADOR 

Sendo o trabalhador um representante e retrato de Deus, ele tem um valor que não se pode pagar. Ele vale mais que o boi e a fazenda. Vale mais que a máquina mais cara. Por isso o trabalhador deve ser valorizado. Deve possuir os meios para poder trabalhar, de modo que, possa garantir uma vida digna para si e para sua família e sentir-se feliz. “hoje em dia, há uma troca de valores: Valoriza-se mais a técnica e o lucro do que o trabalhador!” 

Deste jeito, o plano de Deus fica atrapalhado. Mas Deus não se esquece do trabalhador e diz: “Felizes os pobres, porque possuirão o Reino de Deus. Felizes os que agora têm fome, porque serão fartos. Ai dos ricos, porque já têm sua consolação. Ai dos que agora estão fartos, porque terão fome”. Veja: “Certo homem colheu tanto, que seu armazém encheu; pensou que estava seguro, na mesma noite morreu. Levaram só ele à cova, ficou tudo que era seu”. A união dos pequenos é o remédio contra as injustiças e prejuízos que pesam sobre os trabalhadores. Precisam de uma organização. 

Reflita: 1 – Qual é o futuro da riqueza feita com o suor dos outros? 2 – O que podemos fazer para que nosso trabalho seja valorizado? 

Meditar: Lc 6, 20-26; Tg 2, 1-9; Tg 3, 1-6; Eclo 14, 3-21.
Fonte: Pesquisa Abra a Porta-Cartilha do Povo de Deus/Novo Testamento;
Redação: Antonio Manoel
Imagem: Internet
Editor: Robert Kleber
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: