Sarah Menezes perde última luta e termina sem medalha

BRASIL - Durante a luta que era esperança de medalha, Sarah Menezes não resistiu ao último golpe da mongol Urantsetseg Munkhbat, que pressionou a judoca piauiense com duras chaves de braço. Sarah ainda resistiu ao primeiro golpe, segurando até o final da luta, mas foi derrotado por ippon durante o Golden Store, tempo de prorrogação onde vence quem pontuar primeiro. Machucada, a judoca saiu aplaudida pela torcida que a apoiou durante toda a luta.

Sarah Menezes leva uma chave de braço na derrota para a judoca da Mongólia (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CBJ) 
A luta de quatro minutos começou de forma equilibrada, com Brasil e Mongólia neutralizando as tentativas de golpe da adversária. Sarah fez um trabalho de solo forte, mas não conseguiu marcar ponto. Logo nos primeiros momentos da luta, as duas judocas foram punidas, sendo cada uma penalizada com um shido.

Após duras investidas, a mongol Munkhbat conseguiu encaixar a primeira chave de braço, mas Sarah resiste sem bater no tatame até o fim do tempo, levando a luta para a prorrogação. Já era aparente que a judoca havia saído machucada do golpe, mas continuou para o próximo tempo.
Munkhbat, enfim, encaixa novamente uma chave de braço, e Sarah Menezes bate sinalizando que desiste da luta. É o fim da participação olímpica da brasileira, que chorou ainda no chão do tatame, lágrimas de dor e tristeza pela medalha não conquistada. A torcida não deixou de reconhecer a luta de Sarah em nenhum momento. Logo após a luta, a judoca foi direto para a clínica da Vila Olímpica, com uma luxação no cotovelo e a suspeita de lesão no ligamento.

Fonte: Portal O Dia
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: