VILA NOVA: Reitor da UFPI visita biblioteca que recebeu doação de livros da EDUFPI

04 julho

A Biblioteca Municipal Patativa do Assaré, na cidade de Vila Nova/PI, recebe, por mês, mais de 900 estudantes que utilizam o acervo para pesquisas, estudos e leituras. Natural do município de Vila Nova, Alcilene Dalilia de Sousa, professora da Universidade Federal do Piauí, Campus de Picos, solicitou à Editora da Universidade Federal do Piauí (EDUFPI), a doação de livros publicados pela editora para o acervo da biblioteca.
reitoriaitia
Professora Alcilene Dalilia
“Em conversa com o Magnífico Reitor, ele comentou sobre a EDUFPI e que ela podia fazer doações. Inicialmente, era uma doação com 200 livros, mas fomos contemplados com mais de 400. E isso, para a cidade que tem mais livros do que habitantes, é bem gratificante”, declarou Alcilene Dalilia.
reitoriaa
A Superintendente de Comunicação Social da UFPI, Profa. Dra. Jacqueline Lima Dourado, esteve em Vila Nova no final de 2015 para fazer a entrega dos livros. E nesse sábado (02), o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, fez uma visita à biblioteca e ficou entusiasmado com o que viu. “É um papel importante da UFPI apoiar a divulgação da cultura no Piauí e essa distribuição de livros para as bibliotecas municipais tem sido uma ação que divulga a produção dos nossos professores e estudantes para todo o Estado. Além de colaborar para que essas bibliotecas, que têm pouco recurso para ampliar o seu acervo, possam diversificar a oferta de livros para sua comunidade”, comentou o Reitor. O Pró-Reitor da Pró-Reitoria de Planejemanto (PROPLAN), André Macedo, e o Superintendente da Superintendência de Recursos Humanos (SRH), Lauro Viana, também acompanharam a visita.
retoajh
Gorete Leal, Secretária Municipal de Educação de Vila Nova 
Para a Secretária Municipal de Educação de Vila Nova, Gorete Leal, os livros somam com o acervo já existente e contribuem com os trabalhos desenvolvidos na biblioteca. “Ficamos muito gratos à Universidade Federal do Piauí, na pessoa do Reitor e de toda sua equipe. Essas doações que recebemos vão contribuir para as nossas crianças, adolescentes e jovens”, afirmou a Secretária.
reitoah
Jhonatas Luz
Há três anos, Jonatas Luz trabalha na Biblioteca Municipal Patativa do Assaré. É ele quem explica a escolha do nome do poeta popular para nominar o espaço de leitura. “Pensamos em alguém que representasse a cultura nordestina, que fosse próximo a nossa realidade sertaneja e veio o nome do Patativa, um poeta próximo da gente, de Assaré no Ceará, e que representava bem a cultura do semiárido. A escolha foi também pela sua importância como poeta e escritor”, esclareceu.
A Biblioteca Municipal Patativa do Assaré foi criada em 2001 e tem, atualmente, mais de 12 mil livros.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Piauí.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: