Vice-prefeito de São Julião agradece a Deus ao sair da prisão

03 julho
A decisão do STJ vale para Francimar Pereira e também Antônio Sebastião de Sá, Valter Ricardo da Silva e José Gildásio de Brito, outros réus no crime.

O vice-prefeito de São Julião, José Francimar Pereira, foi solto na tarde desta sexta-feira (1º) do 4º Batalhão da Polícia Militar de Picos, onde estava preso. Suspeito de encomendar a morte do ex-vereador Emídio Reis, em 2013, ele agradeceu a Deus ao deixar a prisão e afirmou que ainda virá a público para se defender.
Francimar Pereira deixou o 4º BPM por volta de 14h30, acompanhado por familiares e advogados. “Estou muito emocionado. Só tenho que agradecer a Deus por me defender na hora certa”, declarou em entrevista para a TV Cidade Verde.
Francimar Pereira deixou o 4º BPM por volta de 14h30, acompanhado por familiares e advogados.
Libertado por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francimar Pereira disse ainda que vai preparar sua defesa e procurar a imprensa em breve para relatar sua versão dos fatos.
Emídio Reis foi morto em janeiro de 2013 na zona rural de Pio IX, no Sul do Piauí. A investigação da Polícia Civil apontou que o crime teve motivação política, uma vez que o ex-vereador moveu uma ação que poderia resultar na cassação da chapa eleita em São Julião. O processo prosseguiu e o prefeito José Neci (PT) e seu vice foram cassados, mas continuam com os cargos até que o Tribunal Superior Eleitoral julgue o caso.
A decisão do STJ vale para Francimar Pereira e também Antônio Sebastião de Sá, Valter Ricardo da Silva e José Gildásio de Brito,
A decisão do STJ vale para Francimar e também para Antônio Sebastião, Valter Ricardo da Silva e José Gildásio de Brito.
Francimar Pereira foi apontado como mandante do assassinato. O vice-prefeito teria pago R$ 15 mil a Joaquim Pereira Neto para que cometesse o crime.
A decisão do STJ vale para Francimar Pereira e também Antônio Sebastião de Sá, Valter Ricardo da Silva e José Gildásio de Brito, outros réus no crime. Joaquim Pereira Neto chegou a ser preso, mas estava em liberdade condicional e morreu vítima de um acidente de trânsito em fevereiro.
Fonte: Fábio Lima (com informações da TV Cidade Verde)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: