Convenção do PP homologa candidaturas de Adjano Bento-Prefeito e Oito Vereadores em Vila Nova do Piauí | Veja

23 julho

Filiados, militantes e simpatizantes do PP dos quatro cantos do município de Vila Nova do Piauí, lotaram o Colégio Luiz Ubiraci de Carvalho nesta sexta-feira (22), para participar da Convenção Eleitoral que homologou a candidatura de Adjano Bento à Prefeitura de Vila Nova e de uma chapa de 08 postulantes à Câmara de Vereadores: Adenilda Bento, Luiz Acelino, Mauro Leal,Maria Lúcia, Valdinar Manoel, Gilberto Leal, Elizeu Leal e Aderlândia Maurícia.
O evento contou com a participação da vice-governadora Margarete Coêlho (PP), deputada federal Iracema Portela (PP), presidente municipal do PC do B, professor Diassis Sousa, presidente do municipal do PSDB, Laeni França, ex-vereador Dório Leal, empresário Macário e a esposa dona Hilda, Dr. Guilherme Bento e o contador Edcarlos Martins (Cacá).
Visivelmente emocionado, Adjano Bento agradeceu a presença da vice-governadora, Margarete Coêlho, da deputada federal Iracema Portela e à população que lotou a convenção “Minhas palavras são de agradecimento. De agradecimento a cada um, cada uma que vieram nos prestigiar neste dia. Digo para vocês que não é fácil ser oposição aqui em Vila Nova. A batalha é árdua, mas agradeço a Deus pela coragem que me deu. Estamos determinados em promover a mudança que o nosso povo tanto deseja”, disse otimista.
Sobre a escolha do vice-prefeito, Adjano fez um comentário explicativo “Temos até o dia 05 de agosto, último dia do prazo para formação e oficialização da chapa. Até lá, anunciaremos o nome do vice que vai compor a nossa chapa. Estamos analisando, conversando, e assim que definirmos, todos vocês tomarão conhecimento”, pontuou.
A vice-governadora Margarete Coêlho iniciou seu discurso falando sobre o PP, sua dimensão a nível de Piauí e de Brasil “Nosso partido é hoje um dos maiores partidos, não só do estado, mas do país. Somos o terceiro partido em números de deputados federais e senadores. Nosso partido está permanentemente empenhado em contribuir para a construção de um país, de um município de Vila Nova moderno e de uma sociedade baseada na dignidade humana, e que seja justa, livre, democrática, pluralista, solidária e participativa”.
A vice-governadora chamou a atenção para a importância do voto “Através do voto escolhemos o representate que de fato queremos para o nosso país, estado e município. Nosso voto vai escolher quem vai gerir a Educação, a Sáude, o Esporte, o abastecimento de água e a construção e reforma das estradas. É preciso escolhermos bem para depois não nos arrependermos. Reafirmamos nosso apoio à candidatura do Adjano e dos demais candidatos a vereador, por reconhecermos que eles representam o verdadeiro anseio de mudança do povo de Vila Nova, e que sua administração futura vai recolocar este município na rota do progresso e do desenvolvimento”, afirmou.
A deputada federal Iracema Portela justificou a ausência do senador Ciro Nogueira na convenção e, também reafirmou seu apoio e do partido à candidatura de Adjano Bento “O senador Ciro Nogueira, nosso presidente nacional do PP, gostaria muito de estar aqui, mas devido à maratona das convenções, não pode comparecer. Tivemos que nos dividir. Enquanto eu e a nossa vice-governadora viemos para Vila Nova, ele e o deputado Júlio Arcoverde participam de outras convenções em várias cidades do estado. Mas, viemos dizer da nossa alegria e satisfação de termos em nossa fileira de filiados e correligionários, pessoas como o jovem Adjano Bento. Determinado, preparado para fazer a verdadeira mudança de Vila Nova. Acreditamos que seu trabalho vai levá-lo à prefeitura desta cidade, para a partir daí, se escrever uma nova história, onde todos possam integrados por uma gestão humana e democrática”.
O empresário Francisco Enoque Bento, popularmente conhecido como Macário, pai do candidato a prefeito Adjano Bento, ao discursar, justificou sua miltância e da família na política de Vila Nova “Resolvemos entrar na política de Vila Nova, depois que um cidadão deste município disse que ele e seu grupo mandariam aqui 50 anos. Depois destes 50 anos é abririam mão para quem tivesse interesse. Aquilo me causou indignação. Vendo o município abandonado, sem progresso nenhum, sem melhorias, faltando estrada, água, iluminação, sem geração de emprego, eu e minha família resolvemos tomar posição para acabar com essa ditadura”, explicou.
Também discursaram os candidatos a vereadora (a), Adenilda Bento, Luiz Acelino, Mauro Leal,Maria Lúcia, Valdinar Manoel, Gilberto Leal, Elizeu Leal e Aderlândia Maurícia; o ex-vereador Dório Leal e o presidente do PC do B em Vila Nova, professor Diassis.
Fonte/Fotos: Portal Saiba Mais
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: