Criadores do Piauí têm até o dia 30 para vacinar rebanho contra a aftosa

03 maio
Meta do estado é vacinar pelo menos 90% do rebanho contra a doença. Doses da vacina já estão disponíveis para os criadores nos municípios

O período de vacinação contra a febre aftosa começou no dia 1º de maio e a meta do Piauí é vacinar 90% do rebanho do estado. A campanha de vacinação dos animais segue até o dia 30 deste mês e a expectativa é de que o prazo não seja prorrogado. Todos os criadores dos rebanhos bovinos e bubalinos são obrigados a vacinar.

Após a vacinação, os criadores terão um prazo de 15 dias para fazer a certificação, que consiste na comprovação de que o rebanho realmente foi vacinado. De acordo com o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), Antoniel Silva, é importante que cada criador procure um escritório da agência para certificar o rebanho.

"Quem não comparecer para fazer a certificação vai ficar proibido de transitar com seus animais e ainda vai ter sanções. Claro que não é isso que a Adapi e o governo quer, pois queremos é que cada um faça sua parte para que o estado continue livre da aftosa com vacinação", falou o diretor.

As doses da vacina já estão disponíveis aos criadores nas cidades do Piauí. Essa é a primeira etapa da vacinação, que acontece duas vezes por ano e segue um calendário nacional. A segunda etapa acontece em novembro e a certificação ocorre em dezembro.

Mesmo o Piauí já sendo considerado área livre da aftosa, todos precisam vacinar o rebanho. Ao todo, o estado conta com aproximadamente 1 milhão de cabeças de gado.


Fonte: G1

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: