Trabalhadoras rurais vão às ruas no Piauí cobrar mais atenção dos governos

21 maio
A 5ª Marcha Margaridas reuniu aproximadamente 3 mil pessoas em Teresina.

Concentração do movimento de frente à Alepi

Trabalhadoras rurais do Piauí foram às ruas de Teresina nesta quinta-feira (21). A 5ª Marcha das Margaridas reuniu aproximadamente 3 mil pessoas, segundo a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Piauí (FETAG-PI), entidade organizadora do evento.

O movimento cobra dos governantes políticas públicas para as mulheres, especialmente para a mulher do campo.

“Aqui nós pedimos mais saúde, pedimos menos violência, mais segurança, terra, água, são inúmeras as políticas públicas que nós estamos reivindicando,” disse Elisângela Moura, presidente da Fetag no Piauí.

Em cada uma de suas edições, a Marcha das Margaridas realiza um amplo processo de construção de sua plataforma política através de reuniões com a coordenação ampliada da Marcha – responsável por debater nos movimentos parceiros, nas federações, sindicatos e comunidades rurais os pontos que integram sua plataforma política.

A Marcha das Margaridas também elabora uma pauta interna dirigido ao Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (MSTTR) com pontos considerados importantes e necessários para consolidar relações mais justas, democráticas e igualitárias dentro do próprio movimento sindical, que culminam, necessariamente, com o fortalecimento de todas e todos.

Fonte: Acesse Piauí

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: