Dr. Gerônimo completa oito anos residindo e atuando como médico em Vila Nova do Piauí

Em homenagem ao oito anos de serviços prestados a Vila Nova do Piauí, comemorado na última quinta-feira (12/02), o repórter Iago Sousa da assessoria de comunicação da prefeitura de Vila Nova entrevista um médico que marca a história de Vila Nova.
Dr. Gerônimo Manoel da Silva é Casado com a Dra. Ione Braga e pai de Natália Vitória, ele nos concedeu uma entrevista de aproximadamente meia hora, relembrando a infância, de como saiu da localidade cacimbas para trabalhar e estudar fora e retornou para o município.

Natural de cacimbas, localidade de Vila Nova do Piauí, Dr. Gerônimo é filho do casal de agricultores: Bibiana Isabel Leal da Silva e Manoel Cícero da Silva. Primo de influentes políticos da região como o prefeito Arinaldo leal e o ex-prefeito de Alegrete do Piauí Joaquim Leal, dos Advogados: Vanilson e Vailson Valentim, do Acadêmico em Direito: Warton Valentim; da bióloga Waltermaria; das professoras: Irene e Elisete Amélia, e também primo do Bancário Policiano Francisco e Elisvalda Silva, Acadêmica em Enfermagem.
Aprendeu a amar e dedicar sua vida ao povo, para ele “Nada é demais ou impossível, quando se exerce a profissão com amor”.
“Nada é demais ou impossível, quando se exerce a profissão com amor”, Dr. Gerônimo
Indagado como nasceu à vontade de ser Médico, ele responde: “em 1976, um dia pela manhã, chegou à nossa residência um cidadão vestido de branco conversou bastante com meu pai, quando ele saiu perguntei ao meu pai por que ele estava vestido daquela maneira, até então eu nunca havia visto uma pessoa assim. Meu pai respondeu: ele é doutor de medicina, é o Dr. Francisco Macêdo de Padre Marcos. Apartir de então eu decidi ser doutor” relatou.
Dr. Gerônimo começou ainda cedo estudar na sua localidade, mas devido à falta de estrutura da escola para comprovar o grau de ensino, em 1977 foi morar com uma tia em Picos, Lá passou por vários testes e ingressou no segundo ano primário.
Sem condições para ir a capital estudar medicina, trilhou outros caminhos, que tivesse acesso a faculdade, foi funcionário do cartório eleitoral, servindo a Prefeitura de Picos, depois através de concurso público tornou funcionário do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, trabalhando na comarca de Picos, e ao mesmo tempo cursou faculdade de formação de professores em Araripina-PE, licenciatura plena em ciências, com habilitação em biologia.

Sem poder fazer uma permuta e mudar de estado para chegar a tão sonhada faculdade de medicina, em 1988 fez o concurso da Caixa Econômica Federal, passou e foi morar em Maceió onde cursou Medicina.
Além da graduação em medicina, Dr. Gerônimo possui hoje residência médica em ginecologia e obstetrícia e é especialista em ultrassonografia e videocolposcopia.
A decisão de morar em vila nova do Piauí surgiu da necessidade de estar perto da família, em 2007 a convite do então prefeito da época Arinaldo Leal, Dr. Gerônimo veio a residir em vila nova.

Foi assim que o município teve o seu primeiro médico residente. Uma grande conquista para a saúde pública do município.
Ele relembra fatos que marcaram o seu trabalho na cidade poesia: fazer um parto natural as pressas na residência da própria grávida salvou a vida de três crianças ainda na barriga da mãe através do aparelho de ultrassonografia que nem no regional tinha. E já existia em vila nova.
Quando perguntamos como avalia a saúde pública de vila Nova, Ressaltou: “o município possui uma das melhores saúde publica do estado, basta ir ao hospital regional em Picos e ver os dados estatísticos, é o município que menos interna, que menos usa o ambulatório daquele hospital, possuímos o menor número de casos de AVC Acidente Vascular Cerebral, de infarto e complicação por diabetes. Somos o único município que dá assistência a gestante com ultrassonografia gestacional e exames bioquímicos, tantas quantas forem precisos, enquanto que o SUS determina apenas dois exames por gestação, nos fazemos quantas forem precisas.
Diante disso desde de maio de 2007, nenhuma criança menor de um ano faleceu em vila nova. Um conjunto de ações entre elas: Campanhas preventivas,exames no próprio município para hipertensos e diabéticos, reuniões mensais, medicamentos gratuitos, agentes comunitários de saúde todos com o curso técnico de enfermagem, diagnósticos precisos, contribuiu com a conquista de dois Selo UNICEF”.Finalizou.
Recentemente Dr Gerônimo criou o projeto forró do idoso, onde todas quartas feiras se reúnem no ponto de Cultura Cidade Poesia para dançar, conversar e garantir a saúde. Ele sonha em aumentar esse projeto criando além da fisio-dança fuma piscina e transferir essa atividade física para lá, criando uma nova atividade denominada dança- fisio- hidroterapia.
Antes do fim da entrevista, Dr. Geronimo dá um conselho aos colegas prefeitos dos municípios “com boa vontade é possível conseguir um médico para morar a atender as demandas principalmente noturnas”, afirma.
Aos 51 anos, uma carreira brilhante ele deixa o seu recado “agradecer ao povo de vila nova, por entender a minha posição, diante de certas posturas que devem ser adotadas e torna agente até um pouco chato, mas temos simplicidade e fazemos o que é possível, sempre melhorando e buscando soluções para o bem estar e desenvolvimento social do nosso povo”, conclui Dr. Gerônimo.
Fonte: 180 Graus
Repórter: Iago Sousa
Com informações da ASCOM
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: