Os erros mais comuns de quem teve a redação anulada no Enem

Estudantes chegam para o Enem em Brasília: com medo de atraso jovens fizeram fila
São Paulo – Mais de meio milhão de estudantes que prestaram o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em 2014 tiveram suas redações anuladas, segundo dados do Ministério da Educação. No ano passado, 106,7 mil candidatos tiraram nota zero nesta etapa. 

Os resultados individuais da prova devem ser divulgados até o final do dia. A demora para a divulgação das notas encheu as redes sociais de memes na tarde desta terça-feira. 

A redação corresponde a 20% da nota final do Enem e, por isso, é considerada por especialistas como uma das etapas decisivas para o desempenho final do aluno. 


Na edição 2014, apenas 250 candidatos obtiveram a nota máxima na etapa, que vale 1.000. Veja o desempenho dos estudantes: 

Nota / Número de candidatos

Nota 0 / 529.374

Até 300 / 654.971

Entre 301 e 400 / 1.105.672

Entre 401 e 500 / 1.162.526

Entre 501 e 600 / 1.515.007

Entre 601 e 700 / 707.095

Entre 701 e 800 / 370.428

Entre 801 e 900 / 112.522

Entre 901 e 999 / 35.719

Nota 1000 / 250

Entre os alunos que tiveram suas provas anuladas, a causa mais comum foi a fuga o tema. Mais de 200 mil candidatos receberam nota zero por este motivo. Veja os erros mais comuns: 

Motivos para anulação

Número de candidatos
Fuga ao tema: 217.339

Cópia de texto motivador: 13.039

Texto insuficiente: 7.824

Não atendimento ao tipo textual: 4.444

Parte desconectada: 3.362 

Outros motivos: 1.508 

Fere direitos humanos: 955

Os candidatos que concluíram o Ensino Médio em 2014 tiveram um desempenho melhor que os concluintes do ano anterior nas provas de Ciências Humanas, Linguagens e Códigos e Ciências da Natureza. Em Matemática e Redação, as notas médias foram mais baixas do que em 2013. Veja o desempenho dos candidatos no ENEM 2014 em cada prova: 

Mais de 8,7 milhões de pessoas se inscreveram no Enem 2014, mas apenas 6.193.564 compareceram nos dois dias de prova. Como em outras edições, nesta, também houve denúncia de vazamento da prova.

Pouco mais de uma hora antes do início do segundo dia de provas do Enem 2014, Jomásio Barros, de 17 anos, divulgou, por meio de sua conta do Facebook, uma tela do WhatsApp com o tema de redação do exame. A postagem foi feita às 10h47 (11h47 no horário de Brasília). O exame começou às 13h (horário de Brasília) em todo o país. A Polícia Federal confirmou o vazamento.

Fonte: exame.abril.com.br
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: