Multidão lota praça Justino Luz na missa solene da 164ª Festa da Padroeira de Picos

Presidida pelo bispo diocesano de Picos dom Plínio José Luz da Silva missa solene da Festa de Nossa Senhora dos Remédios reuniu milhares de devotos na manhã desta sexta-feira.

JOSÉ MARIA BARROS, DO GP1
Atualizada em 15/08/2014 - 11h59
Seguindo uma tradição iniciada há 164 anos, milhares de católicos lotaram a praça Justino Luz na manhã desta sexta-feira, 15 de agosto, para participar da missa solene da Padroeira de Picos, Nossa Senhora dos Remédios.

Imagem: José Maria Barros/GP1

Chegada da imagem de Nossa Senhora dos Remédios

Presidida pelo bispo diocesano de Picos, a celebração ocorreu no Adro da Igreja Catedral e contou com a participação de vários padres da Diocese. Dentre os quais Francisco Pereira Borges (Chiquinho), pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios e Flávio Santiago, da paróquia São José Operário, no bairro Junco.

A celebração teve inicio pouco depois das 7 horas da manhã, mas desde o clarear do dia que os fiéis já tomavam conta da praça Justino Luz, que ficou completamente lotada.

Imagem: José Maria Barros/GP1Devotos lotam a praça Justino Luz(Imagem:José Maria Barros/GP1)Devotos lotam a praça Justino Luz

No decorrer da missa, diversas demonstrações de fé e devoção a Nossa Senhora por parte dos devotos. Muitos vieram de pés descalços, outros passaram todo o tempo da celebração ajoelhados em sinal de cumprimento de promessas feitas à Padroeira. Foi o momento também para renovar os pedidos.

Este ano a Festa da Padroeira de Picos aborda como tema: “Com o olhar de Maria, reconstituir a família” e o lema: Eu e minha família serviremos ao Senhor”.

Imagem: José Maria Barros/GP1Fé e devoção marcam a missa da Padroeira de Picos(Imagem:José Maria Barros/GP1)Fé e devoção marcam a missa da Padroeira de Picos

Avaliação


O Padre Chiquinho avaliou positivamente a festa, principalmente pela participação expressiva do povo em todas as celebrações. Desde a abertura, ofício e as novenas/missas a Catedral esteve sempre lotada, culminando com uma multidão na celebração solene desta manhã.

“É um momento em que voltamos à atenção para Deus pela mediação de Nossa Senhora. Estou convicto de que todo o povo que veio aqui foi porque acredita na presença valiosa de Deus por meio de Nossa Senhora. Para agradecer, para louvar e também fazer pedidos para continuidade de uma vida, sempre na esperança de que o pai não nos abandona” – destaca o padre Chiquinho.

Imagem: José Maria Barros/GP1Padre Chiquinho diz que festa atendeu as expectativas(Imagem:José Maria Barros/GP1)Padre Chiquinho diz que festa atendeu as expectativas

Dom Plínio José lembrou que, como acontecem todos os anos a festa é antecipada pela peregrinação, que sempre é um momento forte de ir às famílias. Segundo ele, isso vai de encontro ao anseio da Igreja de evangelizar o povo para que venha a festa consciente do que vai celebrar.

“Essa festa é a comemoração da certeza de que Maria já alcançou a vitória e também a confiança de que nós vamos alcançar também. O povo correspondeu e compareceu em grande número” – ressaltou o bispo de Picos.

Imagem: José Maria Barros/GP1Dom Plínio fala sobre significado da festa(Imagem:José Maria Barros/GP1)Dom Plínio fala sobre significado da festa

A programação segue à tarde, com missa no Hospital de Dr. Oscar às 15 horas, missa da dedicação na Catedral às 16 horas e, em seguida a procissão luminosa com a imagem de Nossa Senhora pelas ruas centrais da cidade, retornando para a praça Justino Luz. Lá, haverá a benção do Santíssimo Sacramento e o arreamento da bandeira.

Imagem: José Maria Barros/GP1Missa reúne expressivo número de devotos(Imagem:José Maria Barros/GP1)Missa reúne expressivo número de devotos

Imagem: José Maria Barros/GP1Milhares de devotos participam da missa da Padroeira de Picos(Imagem:José Maria Barros/GP1)Milhares de devotos participam da missa da Padroeira de Picos
Fonte: GP1
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: