Inadimplência do Piauí bloqueia recursos para carros-pipa

03 julho

Estado está irregular em 7 ítens com o Governo Federal, que ainda não repassou recurso pra seca.

Autor: Rodrigo Antunes
Foto: http://vendoouvindoedizendo.blogspot.com.br/
A inadimplência do Governo do Estado do Piauí em convênios com o Governo Federal está deixando muita gente com sede no interior do estado. Esta informação foi repassada pelo deputado Fábio Novo (PT) em discurso na tribuna da Alepi nesta quinta (03), que rebateu as críticas da base governista de que o estado está sem receber recursos para a Operação Carros-Pipa desde o começo do ano por conta de retaliação política
Em entrevista a alguns jornais da cidade, a secretária de Defesa Civil do estado disse que o governo federal não repassou os recursos para os ‘pipeiros’, (proprietários de carros-pipa), fato que fez com que o serviço parasse cerca de 300 carros. Segundo o deputado petista, o Piauí até a noite desta quarta-feira estava inadimplente em 7 itens junto ao governo federal, fato que impedia a liberação de recursos.
Os débitos vão desde a não prestação de contas de outros convênios, não publicação de relatório de execuções orçamentárias até a não comprovação da aplicação mínima de recursos para a saúde. O estado ainda está sujo quanto a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) por extrapolar o limite máximo de 49% de gastos com pagamento de pessoal.
“Vamos fazer o dever de casa. A presidente já declarou que é republicana e não faria retaliação. Quem pode contar bem isso é o prefeito Firmino Filho, que tem convênios da Prefeitura de Teresina com o Governo Federal”, disse Fábio.
Ainda em seu discurso, o petista defendeu os boatos de que o não repasse de verbas seria retaliação política, devido ao governador Zé Filho (PMDB) declarar recentemente que apoiaria o presidenciável Aécio Neves (PSDB).

Fonte: Capital Teresina


CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: