Chuvas reanimam agricultores familiares de Vila Nova do PI!


Diante da estiagem prolongada que vem há quase três anos, a chamada “seca verde” no semiárido piauiense, mas a “Providência Divina” proporcionou reanimar os agricultores de Vila Nova do PI na madrugada desta sexta-feira (14/02), com chuvas finas, mas importantes para reviver as pastagens e revigorar a plantação de feijão e milho em algumas localidades do município, prevalecendo assim, a confirmação das precipitações meteorológicas previstas com chuvas “isoladas” na região. Beneficiando ainda, na captação de água em cisternas construída pela ASA/CÁRITAS-CNBB, para consumo humano.


O agricultor familiar Valdeci de Lulu(Deri), 50 anos, morador na Serra do Provísio III, havia comentado na quarta-feira (12/02) que “a sua lavoura de feijão estava precisando de chuvas. Acrescentou ainda que, costumava plantar 15 tarefas, mas reduziu para 6, por motivo da escassez de chuvas nos últimos anos”. – Declarou Derí.


Da mesma forma o trabalhador rural aposentado Francisco Estandislau, 67 anos, morador na Serra do Provísio II, havia lamentado também que, “Em décadas anteriores plantava 60 tarefas, reduziu para 40, para 20 e atualmente planta 10 tarefas e se encontrava a espera de chuvas, mas Deus tem compaixão de seus filhos, mandará em breve”. – Falou Chico Bidau. 

Fonte: Reportagem Totonho
Editor: Robert Kleber
Edição fotográfica: Ronald Iglésias
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: