Audiência sobre o Sistema Adutor de Piaus: "A água que chega na torneira é podre!"


Atualizada em 30/08/2013 às 17h45
Realizou-se nesta sexta-feira, 30/08, no pátio da U. E. Aprígio Pereira Bezerra, na cidade de São Julião-PI, Audiência Pública sobre o funcionamento do Sistema Adutor de Piaus. Cordenada pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, prof. Dalton Macambira, o evento começou às 8h40 e contou com a presença dos prefeitos, Zé Neci, de São Julião e Dr. Tico, de Campo Grande do Piauí; vereadores, presidentes de associações, representantes de igrejas, das polícias civil e militar, do Ministério Público e o povo em geral. 
Imagem: Prof. Francisco de Assis SousaSecretário, Dalton Macambira, coordena Audiência Pública.(Imagem:Prof. Francisco de Assis Sousa)Secretário, Dalton Macambira, coordena Audiência Pública.
Na pauta principal, as perfurações clandestinas no cano da adutora e suas consequencias técnicas.. "Essa importante obra já era para estar em funcionamento. Porém, a violação do sistema de tubulação - desvio de água - atrasou todo o processo. Mas, daqui a, aproximadamente, 40 dias,entregaremos à população. E as pessoas envolvidas no furto da água serão processadas por danos ao patrimônio público e ainda pagarão as despesas relativas ao custo de um cano, que gira em torno de R$ 7.000,00 (sete mil reais)", enfatizou o secretário. 

Depois da posse da nova diretoria da comissão Gestora do Açude de Piaus, a palavra foi facultada para as autoridades da mesa e para a plateia que assistia, atentamente. Destaque para o contudente discurso de uma representante do legislativo municipal de Pio IX. "A falta d'agua em Pio IX é gritante. A nossa principal fonte, o açude Cajazeiras, está quase seco. A água que chega na torneira é podre! Se você deixá-la por algum tempo depositada em um balde, o recipiente se reveste de lôdo. Sem falar que, quando utilizada para o banho, as pessoas reclamam de coceira no corpo. Nossa situação é extremamente difícil. O funcionamento da Adutora de Piaus, para nós, é mais do que urgente!", apela a vereadora.
Imagem: Prof. Francisco de Assis SousaPátio da escola Aprígio Pereira ficou pequeno para tantos presentes.(Imagem:Prof. Francisco de Assis Sousa)Pátio da escola Aprígio Pereira ficou pequeno para tantos presentes.
A discussão seguiu com a intervenção de vários participantes que levaram ideias e levantaram questões inerentes ao atendimento, pelo Sistema Adutor, ao homem do campo. Nenhuma indagação ficou sem resposta. De agora em diante, o que resta é a expectativa da água correr, de verdade, nos canos e desembocar nos lares dos habitantes de São Julião, Vila Nova do Piauí, Campo Grande do Piauí, Fronteiras e Pio IX.

Fonte: Prof. Francisco de Assis Sousa/TV Canal 13
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: