JAICÓS-PI: Missa da Santa Cruz leva multidão de católicos ao morro dos três irmãos. Veja fotos!

03 maio

Imagem: Cidades na Net

Missa da Santa Cruz, no Morro dos Três Irmãos

Cidades na Net, da redação.
Nesta sexta-feira, 3 de maio, é o ‘Dia do Sertanejo’, data em que reverenciarmos essa figura que muito bem caracteriza o Nordeste brasileiro, um símbolo da resistência, força, superação e fé. No município de Jaicós, é dia do sertanejo católico celebrar a Missa da Santa Cruz, um dos mais tradicionais eventos religiosos da região.


Anualmente, milhares de pessoas enfrentam o sol forte e sobem as íngremes escadas no Morro dos Três Irmãos. O evento religioso é para alguns ummomento de turismomas para a maioria, dia deagradecer pelas graças alcançadas. As práticasmais comuns dos pagadores de promessa são acaminhada da cidade de Jaicós ao  do morro,num percurso de 18 quilômetros de distância; aoferta de esculturas simbolizando partes do corpo; e, vestir roupas brancasOutros optam por acendervelasdistribuir santinhossubir as elevadasescadas de pés descalços ou apenas soltar fogos.

Em todos os momentospodem ser vistas demonstrações de  e devoção católica. A senhora Francisca Alves Delfina, veio de Imperatriz, no Maranhão, conhecer o Morro dos Três Irmãos e pagar uma promessa. Em virtude da distância, a aposentada chegou já após a celebração. Ela trazia consigo a escultura de uma perna. “Eu estava doente, sentia fortes dores no joelho. Fiz uma promessa e a Senhora Santa Cruz me valeu. Eu estou muito agradecida e emocionada. Hoje eu vim pagar essa promessa com sacrifício, mas com todo prazer e satisfação”, disse.
http://www.cidadesnanet.com/galeria/images/galeria/materias/morro1.jpg
Pagadores de promessa

O padre Espedito Antônio, pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Mercês, fez uma avaliação positiva da Missa. “A cada ano nós confirmamos essa expressão de fé das pessoas, ao virem aqui, rompendo as dificuldades de acesso ao morro e o sol forte. E nós vemos na face das pessoas que elas realmente estão felizes em celebrar a eucaristia mesmo com sacrifício”, disse.

Para o padre, a Missa da Santa Cruz tem um forte simbolismo para os católicos. “Primeiro, pelo símbolo da penitência e da remissão dos pecados, porque as pessoas fazem muito esforço para chegar o pico do morro para escutar a palavra de Deus e celebrar a eucaristia. Com isso, as pessoas se sentem aliviadas espiritualmente. Além disso, simboliza a passagem de Jesus  no alto das montanhas. Biblicamente, a montanha é um lugar de destaque no encontro com Deus”, acrescentou.

http://www.cidadesnanet.com/galeria/images/galeria/materias/morro2.jpg
http://www.cidadesnanet.com/galeria/images/galeria/materias/morro3.jpg
http://www.cidadesnanet.com/galeria/images/galeria/materias/morro4.jpg
http://www.cidadesnanet.com/galeria/images/galeria/materias/morro5.jpg

História
A celebração que reúne milhares de pessoas todos os anos e teve início em 1919, quando o Padre Miguel Reis Melo presidiu a 1ª Missa aos pés do cruzeiro instalado por dois missionários, em 1917, e desde então atrai centenas de fiéis.

Mais tarde, em 3 de maio de 1959, o Pe. Mariano da Silva Neto levou em procissão realizada da Matriz de Nossa Senhora das Mercês, no centro de Jaicós, até o topo do Morro dos Três Irmãos a imagem do Cristo Crucificado, que ornamenta a pequena capela erguida no local.

Durante 20 anos não houve a festa da Venerada Santa Cruz, pois em 1978 foi decidido pelo Vigário Ecônomo da paróquia, Pe. André Fillipi, que não haveria mais o festejo, por a festa estar perdendo o caráter religioso. O evento religioso foi retomado apenas em 1996, pelo Padre Gregório Leal Lustosa, então Vigário Paroquial.

A data de 3 de maio foi instituída feriado municipal no ano de 2006, através de Projeto de Lei Municipal de autoria dovereador Ivo Farias de Oliveira.

Fonte: Cidades na Net
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: