Prefeitos rejeitam consenso e três nomes disputarão a presidência da APPM. Veja!


Imagem: Reprodução

Candidatos à APPM: Arinaldo, Paulo Martins e Luiz Neto
























Sem consenso, a Associação Piauiense de Municípios (APPM) vai realizar eleição com três candidatos. A votação acontece apenas na sede, em Teresina, no dia 8 de janeiro. A chapa da diretoria tem 52 nomes. Três nomes disputam a presidência da entidade: os prefeitos Arinaldo Leal, de Vila Nova do Piauí; Paulo Martins, de Campo Maior; e Luiz Neto, de Amarante.

O atual presidente da Associação, Francisco Macedo, prefeito de Bocaina, disse que vai tentar o consenso até o último momento. O dia 2 é o último prazo para fazer o registro das chapas completas para concorrer à direção da associação.

"Está difícil a composição, mas vamos tentar um consenso até o último minuto, porque é importante para a entidade que haja a união de todos em torno de um mesmo candidato. Eu sou o coordenador do processo e não posso tomar partido de ninguém", adiantou Macedo.

A eleição é uma disputa maior, porque eles são apoiados por deputados federais e até o governador tem se envolvido na disputa. Wilson Martins apóia Arinaldo Leal, que é do PSB, juntamente com o deputado federal Marcelo Castro, do PMDB. O prefeito Luis Neto, do PTB, é apoiado pelo senador João Vicente Claudino e pelo deputado federal Júlio César Lima (PSD), enquanto Paulo Martins, do PT, é apoiado pelo senador Wellington Dias e pelo deputado Assis Carvalho.

Dos 224 municípios piauien-ses, 218 são filiados à APPM, apenas seis não são. Mesmo assim, a votação acontece apenas na sede da entidade e se dá por meio de urna eletrônica cedida pelo Tribunal Regional Eleitoral. O nome dos candidatos já foram encaminhados ao TRE-PI para ser feito o registro e a inseminação das urnas. A votação acontece das 9 às 17 horas.

Fonte: Diário do Povo/Cidades na Net
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: